Resenha ~ História de um grande amor

Bevelstoke #01

Oi pessoal, hoje escrevo sobre este livro maravilhoso da Julia Quinn, “História de um grande Amor”, o primeiro livro da Trilogia Bevelstoke, finalmente relançada pela editora Arqueiro numa edição muito linda e especial. Quero destacar que a primeira publicação desta história aqui no Brasil foi em 2008 pela antiga editora Nova Cultural, edição que eu tenho guardada com muito carinho e estava esperando com ansiedade esta nova publicação e digo que estou muitíssimo feliz.


Resenhas das próximas históriasO que acontece em Londres #02 |  Dez coisas que eu amo em você #03


Mirandar Cheever é a melhor amiga desde a infância de lady Olivia Bevelstoke, elas cresceram juntas devido suas residências em Ambleside, no distrito dos Lagos, serem próximas. Para Miranda isto era um imenso prestígio pois era filha de um simples baronete, mas era aceita sem restrições pelo conde e a condessa de Rudland. Também não era por menos, já que desde pequena, a Miranda sempre teve um efeito benéfico no comportamento de Olívia, para a alegria da condessa. A amizade da Miranda era em suma com toda a família, tanto que sua apresentação à corte foi planejada com o apoio do conde e da condessa para ocorrer junto com a de Olivia.

Porém esta história começa com ela tendo apenas 10 anos de idade e se apaixonando pelo irmão mais velho da Olivia, Nigel Bevelstoke, o visconde Turner, quando ele lhe disse as palavras mais lindas que ela já ouvira em toda a sua curta vida e lhe deu um importante concelho, que ela começasse a escrever um diário, para colocar nele seus pensamentos e os acontecimentos do seu dia a dia e no futuro pudesse rir de tudo. Ela só não contava que o seu amor fosse permanecer com o passar do tempo, afinal a chance dele vir a sentir o mesmo por ela era nulo.

 “– No futuro, quando for adulta, será tão bonita como já é inteligente. E lendo o diário, entenderá que meninas parecidas com Fiona Bennet podem ser muito tolas. Dará risada ao lembrar-se das palavras de sua mãe ao afirmar que suas pernas começavam nos ombros. E talvez dê um pequeno sorriso ao recordar-se da nossa conversa agradável de hoje.”

Nove anos depois deste fato, tudo o que Nigel Bevelstoke queria naquele momento era sumir e finalmente tentar um pouco de paz, mas ele já esperava a pressão materna para apadrinhar a irmã bem como Miranda na apresentação a corte, dançando com elas. Com certeza sua irmã linda como era iria arrebatar a sociedade, mas a Miranda era muito discreta, com uma beleza mais clássica e realmente poderia precisar de ajuda para arrumar um pretendente. Ele só não contava com o seu próprio interesse e encanto por ela, afinal, casar-se novamente não estava em absoluto em seus planos. Em alguns momentos teremos vontade dar uns sacode nele, ficar chateados com seu comportamento, mas é o que dá uma emoção a mais na história.

Temos então uma trama até previsível, mas a Julia Quinn criou um enredo muito especial, de forma a nos envolver do início ao fim do livro. A Miranda é uma garota muito inteligente e de espírito vivaz, porém comedida em suas atitudes e com isso não causa problemas de comportamento como sua amiga Olivia. Aliás a amizade das duas é um fato especial nesta história. Os diálogos entre os personagens são ótimos, tanto para te levar a rir muitos deles, como para te deixar com raiva, triste, emocionada. Outro fato especial na Miranda é que qualquer leitor se identifica com ela no quesito amor pelos livros e edições especiais.

“Miranda apontou para uma edição luxuosa de A morte de Arthur, de sir Thomas Malory. Era um lindo exemplar e Miranda só queria se debruçar sobre a vitrine, atravessar o vidro e cheirar as páginas. Pela primeira vez na vida, viu algo que queria possuir. Às favas com a economia. Esqueça a praticidade.”

Uma história escrita, com muita emoção e diversão envolvida como a JQ sabe fazer tão bem. Um romance no real sentido da palavra que me encantou quando li a primeira vez uns oito anos atrás pra mais e me encantou e emocionou novamente nesta releitura. Tenho certeza que vocês também irão se encantar e se divertir muito com a leitura deste livro. Talvez por ter sido o primeiro livro da Julia que li eu seja tão apaixonada por ele.

Boa leitura,
Nota:  💚



Sobre o Livro ~ Informações Técnicas


História de um grande amor
 Bevelstoke # 1
Autora: Julia Quinn
Título original: The secret diaries of miss Miranda Cheever
Páginas: 288
Ano: 2020
Tradução: Thaís Paiva
Editora: Arqueiro

Aos 10 anos, Miranda Cheever já dava sinais claros de que não seria nenhuma bela dama. E já nessa idade, aprendeu a aceitar o destino de solteirona que a sociedade lhe reservava.

Até que, numa tarde qualquer, Nigel Bevelstoke, o belo e atraente visconde de Turner, beijou solenemente sua mãozinha e lhe prometeu que, quando ela crescesse, seria tão bonita quanto já era inteligente. Nesse momento, Miranda não só se apaixonou, como teve certeza de que amaria aquele homem para sempre.

Os anos que se seguiram foram implacáveis com Nigel e generosos com Miranda. Ela se tornou a mulher linda e interessante que o visconde previu naquela tarde memorável, enquanto ele virou um homem solitário e amargo, como consequência de um acontecimento devastador.


Mas Miranda nunca esqueceu a verdade que anotou em seu diário tantos anos antes. E agora ela fará de tudo para salvar Nigel da pessoa que ele se tornou e impedir que seu grande amor lhe escape por entre os dedos.

2 comentários:

  1. Oi Carol, tudo bem?
    Que delícia ler essa sua resenha. Os primeiros livros sempre marcam a gente mesmo. Quero muito ler essa série dela, e ler sua resenha me deu ainda mais vontade, principalmente pela amizade. Adoro essas amizades nos livros.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá miga linda!!!!!! Este livro é realmente especial para mim. A série toda é muito boa, leia sim. Bjs

      Excluir