Cerimônia Mortal • Livro #05


Olá! Vamos ao 5º livro da série, mesmo podendo ser lida de forma não ordenada, eu creio que a leitura em sequência mostra o crescimento da série, e como cada livro acaba por acrescentar ao anterior e também ao próximo. Mas não se preocupe. Não haverá spoilers aqui então pode ler sem medo! 

Nesse livro a trama nós leva ao oposto de Eve e da época. A fé que não precisa de comprovação científica e que sobrevive através do tempo a despeito dos que não acreditam ou não querem acreditar. Um policial está morto e alguma coisa está errada com essa morte, mais policiais podem estar envolvidos e Eve precisa se voltar para o desconhecido para obter respostas mesmo aquelas que ela teme encontrar. A fé de Dallas para equilibrar a ordem entre o bem e o mal era a justiça. Essa é a sua religião e a sua filosofia de vida. 

"Assassinatos eram praticados por mãos humanas. E eram também as mãos humanas as responsáveis por trazer justiça. Era esse, afinal, o equilíbrio definitivo entre o Bem e o Mal."

Outra luta que se mantem na vida de Eve é a de não deixar seus antigos fantasmas interferirem em seu trabalho, ela não admite e de certo modo não pode se permitir projetar seus traumas no caso em investigação e com isso perder o foco e a objetividade. Roarke pra mim pareceu um pouco mais "humano" menos envolto na áurea de super gênio / mega rica mas ainda sim um homem perfeito e muito apaixonado pela vida e por sua esposa. Claro que não é o que ele proporciona a ela que me faz sentir isso, e sim o fato dele respeitar, apoiar e buscar proteger a amada, sem em momento nenhum deixa-la em uma posição inferior a ele.

"Nós sabemos muito bem o que é o Mal, Dallas. Nós duas já o vimos de perto... Não importa a forma sob a qual ele se apresente, isso não muda a sua própria natureza."

Eve é nossa heroína imperfeita, porém sem nenhum dualismo moral, enquanto Roarke não pode ser tido como um anti-herói, afina ele não tem um problema com sua moral apenas está na zona cinzenta que existe entre o certo e o erro e com isso não nos deixa encaixa-lo em nenhuma categoria, apenas nos arrancando suspiros. E nossa querida autora, sabe como é brutal para uma mulher como Dallas chorar. Deixando o leitor mais a flor da pele nos momentos de completa rendição da mulher, do que em qualquer outro momento nesse livro com a policial.

"— Se quer justiça, você vai consegui-la. Juro por Deus que vou consegui-la para você. Porém, se quer vingança, eu coloco você atrás das grades! Pense bem nos valores que Frank defendia, lembre-se do que a sua irmã era e torne a pensar em tudo isso antes de fazer qualquer coisa."

O final como é de se esperar cheio de ação até o ultimo minuto eu curti a tentativa pra sair do caminho óbvio mas não o bastante pra ter me empolgado tanto com a trama, quando o anterior mesmo tendo achado a história muito boa; Enquanto continuação, os momentos entre o casal são ótimas cenas e super condizentes com quem vive o primeiro ano de casamento. Outra coisa que curtir, é deixar claro que houveram outros casos entre o ultimo livro e esse. E claro a vida continuou nesse intervalo, como Maggie que está para fechar o contrato de sua vida o que mostra muito o segredo de sucesso da série e claro, que é impossível não querer ler o próximo.

"— Mas um assassinato sempre é um assassinato. Não importa se foi perpetrado com uma lança com ponta de pedra lascada ou com uma arma a laser — seus olhos se tornaram sombrios e ferozes — nem se foi feito com a ajuda de fumaça e espelhos. Vou encontrar o assassino e nenhuma mágica no mundo vai me impedir de alcançar isso."

Fico por aqui animadíssima com o próximo livro, porque nos dias atuais eu ando bem querendo antecipar o clima de natal e o desejo dos motivos certos para celebrar. Boa leitura.
Slainte,

Nota: 

Confira :: Lista de Livros 


Sobre o Livro ~ Informações Técnicas

Cerimônia Mortal
Série Mortal # 05
Título Original: Ceremony in Death
Ano: 2006
Páginas: 392
Tradução: Renato Mota
Editora: Bertrand Brasil

Sinopse
Em Cerimônia Mortal, Eve Dallas descobre que, paralelamente a uma sociedade tecnológica, existe um mundo onde forças da magia negra ainda seguem ativas… e mortais.
Eve Dallas conduz uma investigação altamente secreta sobre a morte de um colega policial. Ela se vê obrigada a colocar a ética profissional acima das lealdades pessoais. Mas, quando um corpo sem vida é deixado junto à porta de sua casa, Eve encara o aviso como uma ameaça pessoal.

Apesar de o mundo estar vivendo uma era de alta tecnologia, velhas crenças se mantêm intactas…

Nenhum comentário:

Postar um comentário