Resenha ~ Sem promessa de amanhã


Olá pessoal, hoje escrevo pra vocês sobre este romance super gostoso de ler da Diva. Uma história curtinha, mas muito emocionante e divertida. Ela foi publicada em 1988, e sua primeira edição no Brasil no ano de 1990. É bem antiga, mas podemos situá-la em nossa realidade bem fácil. Afinal, Game Shows de televisão existem até os dias atuais e fazem muito sucesso. Creio que o que as vezes mais sinto falta nestas histórias antigas são as tecnologias que temos hoje como o celular.

Johanna Patterson é uma mulher que cresceu fazendo o seu próprio caminha como produtora, mas infelizmente tendo que se valer também do nome e da empresa do pai. Mas ela trabalha e sonha e com sua própria empresa e saber que com muito esforço irá conseguir. O que ela não deseja é um relacionamento. Afinal, a sua criação lhe mostrou como é trágico e falso os relacionamentos em Hollywood. Ela é a produtora do programa Trivia Alert que tem a participação de artistas que buscam promover seus filmes, a si próprios e seus patrocinadores. Ela só não contava com o charme de um ator para lhe perturbar a vida e seus planos.

“Não era uma principiante no ramo do entretenimento e aquilo a fazia ainda mais ciente de que, nos bastidores e nas salas de reuniões, aquele ainda era um mundo masculino. Um dia tal cenário iria mudar, mas ainda demoraria muito a chegar. Johanna não era paciente o bastante para esperar que as portas se abrissem. Quando desejava muito alguma coisa, costumava dar um empurrão à oportunidade.”

Sam Weaver é um ator que finalmente conseguiu atingir o alto da sua carreira e está muito feliz com seu último papel, mas sabe como as coisas precisam acontecer para se manter na mídia e por isso, apesar de contrariado, aceita participar do programa de tv de Game. Porém a mulher que foi entregar o contrato do programa ao seu agente e recusou se convite de sair, lhe chamou a atenção de uma forma que ele ainda não sabe definir, mas que definitivamente irá atrás.

“O que haveria naquele homem que a fazia ceder um pouco mais a cada vez que se encontravam? Não podia creditar aquilo à aparência de Sam, por mais que ele fosse atraente. Era capaz de apreciar um bom físico, mas não seria capaz de se derreter por causa disso.”

Sam é aquele mocinho persistente, que aos poucos, com muita paciência, carinho e esforço, vais descamando os problemas de Johanna e lhe ajudando a descobrir que o amor verdadeiro é possível, mas que ela precisa acreditar e quere. O desenrolar da história é bem bacana e o final é muito gostoso. Uma curiosidade é que neste livro, cita-se o personagem masculino principal do livro Dama da Lei. Algo bastante comum em todos os livros da Nora que foram publicados pela editora Harlequin recomendo ler quando você quiser relaxar.

Boa leitura,

Nota 🍀🍀🍀🍀



Sobre o Livro ~ Informações Técnicas

Sem promessa de Amanhã
Autora: Nora Roberts 
Título original: Name of the game
286 Páginas  
Ano de edição: 2012 
Tradução:  Vera Vasconcellos
Editora Harlequin Books Brasil 
Sinopse:
Para se esquecer de sua infância infeliz, Johanna Patterson havia trabalhado duro a fim de construir uma carreira de sucesso e uma reputação impecável em um mundo dominado pelos homens. Como uma das mais importantes produtoras de shows, para ela nem o céu era o limite. Mas seus dias de independência estavam contados ao conhecer Sam Weaver, um ator talentoso, um homem persistente e um destruidor de corações. Definitivamente, ele estava muito longe de ser o seu tipo. Mas Sam sempre encontrava um modo de burlar suas defesas. Por entre as frestas da muralha que Johanna erguera em torno de si, Sam vislumbrara uma mulher intensa e apaixonada pela vida. E agora ele iria descobrir muito mais do que se escondia. Se eles tivessem que apostar quem venceria uma disputa, certamente ele usaria sua habilidade para fazê-la entrar no jogo do amor!

Curiosidade dois, a sinopse da primeira edição publicada em 1990 pela editora Abril.

Sinopse: 
Em Hollywood a vida é uma eterna farsa onde se finge até o amor. Uma paixão intensa, mesclando medo, interesse e segredos inconfessáveis.

"Sam não quero promessas nem compromisso. Para nós haverá apenas este momento. É tudo que posso lhe oferecer..."

Ao ouvir essas palavras, Sam abraça Johannah e nada diz. Fora tão difícil convencê-la de que seu lugar era ali, nos braços dele, nua, entregue, que não desperdiçará um segundo da felicidade que sente. Pouco depois, a paixão os envolve e o amor se faz pleno, delirante.
Mesmo enlevada, Johannah sabe que não há futuro para ela e o famoso ator Sam Weaver. Em Hollywood, as pessoas vivem de aparência e o jogo predileto delas é a mentira. Ali se desconhece o sentido da palavra amor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário