Resenha ~ A Protegida



The Travis Family #01
Oi pessoal, a Lisa Kleypas é uma autora fantástica e se você gosta de romance de época, com certeza já ouviu falar dela ou leu algum livro, aqui no blog estamos inclusive resenhando a nova série que está sendo publicada pela Arqueiro. Porém ela também se aventurou no mundo literário dos romances contemporâneos e com o apoio da família e amigos escreveu seu primeiro livro neste gênero, A Protegida, que se tornou o primeiro da série The Travis Family e que aqui no Brasil está sendo publicado pela editora Gutenberg, está série é composta por quatro livros, sendo que já foi lançado até o terceiro.

Esta é uma história impressionante sobre uma menina guerreira que se torna uma mulher espetacular, de caráter e coragem, além da beleza e carisma. Uma jovem de origem mestiça, pois sua mãe é uma mulher branca de classe média americana, enquanto seu pai era um imigrante mexicano. A história narra desde a juventude de Liberty até a sua idade adulta, por isso, aproveitando o que é dito na sinopse, vou escrever um pouco sobre o enredo para vocês entenderem sem dar spoilers.

Resenhas das próximas histórias:  A Redenção #02 || A busca #03

Liberty Jones perdeu o pai quando tia 4 anos de idade e de certa forma perdeu a mãe também, aos treze anos já havia perdido as contas de quantos namorados sua mãe tivera e aos 14 elas se mudaram para uma área de trailer na cidade de Welcome no Texas com o seu último namorado. Nesta cidade, segundo a própria Liberty ela ganhou, mas ao mesmo tempo, perdeu tudo. Foi nesta idade que ela conquistou seu primeiro amigo verdadeiro, Hardy Cates, um jovem de família mais pobre que a dela, pois ele tinha vários irmãos e como ela só tinha a mãe para cria-los, porém ele tinha uma determinação de ferro e um sonho de que iria embora daquela cidade e se tornaria rico.

“De repente, ele tirou a mão e saiu do carro para ajudar minha mãe a entrar no banco do passageiro, deixando-me lidar com a fascinação eterna que parecia ter se tornado parte de mim, assim como um membro do corpo. Mas se Hardy não me queria, ou não se permitisse querer, eu tinha arrumado alguém em quem esbanjar todo o meu afeto. Mantive a mão na bebê o caminho todo, aprendendo o ritmo de sua respiração.”

Foi a Liberty que cuidou de sua irmã desde o seu nascimento, acredito que a sua mãe tenha tido depressão pós-parto, mas como elas eram extremamente pobres, na história não há um diagnóstico disto. Porém a vida da Liberty se desmorona quando sua mãe falece em um acidente de carro deixando ela sozinha com sua irmã de 2 anos e mesmo sem ter noção do que fazer direito e muito menos dinheiro, ela consegue na justiça a guarda da irmã.

“Quando se está caminhando na escuridão, não se pode depender de nada ou ninguém para iluminar seu caminho. Você tem que usar qualquer centelha que tiver dentro de si. Ou então irá se perder. Foi isso que aconteceu com minha mãe. E eu sabia que, se deixasse isso acontecer comigo, não haveria ninguém para cuidar de Carrington.”

 Sua vida que já não era fácil, ficou extremamente mais difícil, porém ela é determinada e corre atrás. Ela consegue uma bolsa de estudos numa faculdade de cosmetologia (no Brasil podemos comparar com o curso de estética) e após formada se muda para Houston, onde consegue um emprego num super conceituado salão de beleza. É então que finalmente as coisas começam a melhorar um pouco para ela, pois ela consegue adquirir uma certa estabilidade financeira.

“Eu não esperava que fosse fácil. Mas trabalho duro é muito mais fácil de tolerar quando é algo que você quer fazer, e não quando é sua única escolha. Os caipiras tem um ditado: sempre esfole sua própria caça.”

Enquanto trabalhava no salão ela passou com o tempo ela passou a ser a atendente pessoal do sr. Churchill Travis, um magnata bilionário de Houston e por causa disso eles acabaram desenvolvendo uma amizade, ela o via como um pai, pois ele era bem mais velho que ela, viúvo e pai de quatro filhos. Por isso, quando o Churchill se acidenta e ela vai atende-lo em sua casa, recebe dele a proposta de se tornar sua secretária, com um salário maior, vários benefícios, tendo apenas a condição de ir morar na casa dele. Ela só não contava que o filho dele, fosse vê-la como amante do pai e que por isso lhe odiaria tanto. É então que entra Gage Travis na história, o filho mais de Churchill e vimos aquele ditado “quem desdenha quer comprar” se tornar tão verdadeiro.

Apesar da série ser baseado na família Travis, é um livro para cada irmão. O foco nesta história é totalmente a Liberty, ela é pessoa central. Porém os outros personagens não são meros coadjuvantes, eles têm extrema importância em tudo o que acontece para tornar este livro tão espetacular. Uma história cheia de reviravoltas e muita emoção. A edição da Gutenberg está linda, mas confesso que o fato da editora usar aspas ao invés do travessão nas falas não me agrada muito.
Boa leitura.

Nota: 


Sobre o Livro ~ Informações Técnicas

A Protegida
The Travis Family
Autora: Lisa Kleypas
Título original: Sugar Daddy
Páginas: 287
Ano de edição: 2015
Tradução: A. C. Reis
Editora: Gutenberg

Sinopse
Uma escolha pode conduzi-la à felicidade... Ou partir irremediavelmente seu coração.

Liberty Jones é uma garota determinada, mas em sua vida pobre e difícil não há espaço para que ela consiga vislumbrar seus sonhos sendo realizados. Seu único consolo é a amizade e o amor que nutre por Hardy Cates, um jovem que possui ambições grandiosas demais para ficarem enterradas na pequena cidade de Welcome. Apesar da atração irresistível que pulsa entre os dois, tudo o que Hardy não precisa é de alguém para atrapalhar seus planos de sucesso, e ele a abandona no momento mais difícil de sua vida: quando a mãe de Liberty morre tragicamente em um acidente; deixando um bebê para ela criar. Mas a vida traz grandes surpresas e Liberty se vê sob a tutela de um magnata bilionário, que irá oferecer muito mais do que proteção à irmã e a ela, mas também revelará uma forte ligação com o passado obscuro da família de Liberty.
O que Liberty não espera é ter de lidar com Gage Travis, o filho mais velho do magnata; o rapaz não aprova a presença dela em sua casa e fará de tudo para afastá-la de sua família... Gage apenas esquece de também mantê-la longe de seu coração.

Às vezes a vida tem um senso de humor cruel, entregando-lhe aquilo que você sempre quis no pior momento possível...

Nenhum comentário:

Postar um comentário