Resenha ~ A ilha de vidro


Trilogia Os Guardiões #03

Leia um trecho da história

Resenha das outras históriaEstrelas da Sorte #01 || Baía dos Suspiros #02


Olá, tudo bem? Feliz ano novo!! Hoje trago a resenha de um livro que foi uma das mais difíceis de fazer, porque? Simplesmente porque eu amei e terminei pensando ser essa uma das melhores trilogias de fantasia escrita pela Nora Roberts. Essa trilogia trouxe novos personagens do mundo fantástico, manteve-se fiel a escrita da diva e me encantou tanto nos romances quanto nos desafios que deveriam ser enfrentados.

Outra coisa que amei foi o desfecho surpreendente que eu já torcia e esperava que acontecesse, mas foi lindo ler como foi apresentado, ficou um fechamento incrível. Eles têm agora os dois últimos desafios a cumprir, encontrar a última estrela e também encontrar a Ilha de Vidro para poder levar as três estrelas e entrega-las as deusas que as criaram, porém neste processo eles ainda precisam derrotar de vez a deusa Nerezza. Mas estou me antecipando, falando do fim antes que acontecesse, vamos lá!


“- Uma noite de alegria, esperança e celebração – continuou Celene. – E nós três conjuramos três estrelas. Para a sabedoria, forjada em fogo. – Para a compaixão, fluida como a água – acrescentou Luna. – Para a força, fria como o gelo – completou Arianrhod.”

Como já esperado, o foco da história é no último casal, porém a participação dos outros personagens não fica de fora, todos os seis são importantes para o desenrolar do enredo, o que diferencia em muito a trilogia, porque ao invés de 03 personagens centrais temos os casais em igualdade de forças como personagens centrais.  Aos poucos vamos desvendando os mistérios, juntamente com os personagens e começamos a torcer pelo desfecho da história. 

Doyle McCleary é um guerreiro que a mais de 300 anos vem buscando encontrar as estrelas e depois de muito sofrimento e decepções, passou a viver e trabalhar sozinho, até que se viu ligado a outras cinco pessoas que também estavam em busca das estrelas e juntos eles vêm tendo êxito no que individualmente nenhum havia conseguido, provando assim que este era o momento e que todos eles eram necessários.


“Pode vir Nerezza, pensou Riley, examinando o céu. Pode vir e testar o Clã dos Guardiões. ”

Doyle não contava que os laços de amor e amizade fossem se forma de maneira tão forte entre eles, bem como o respeito e confiança, o que lhe deixou o triste pensamento de como ele iria continuar sua vida após a conclusão da busca. Seu pesar se agrava ao ver que o fim será exatamente onde tudo começou para ele, em seu lar, agora, séculos depois, pertencente a Bran.

Será que ele conseguirá superar a dor do passado para seguir em frente nesta jornada no presente e ser feliz? É o que ele se pergunta e batalha internamente. Para complicar, seu desejo pela Riley aumenta, ao mesmo tempo em que ele quer manter distância dela. Já Riley perceberá que precisa enfrentar seus próprios sentimentos em relação a Doyle e principalmente descobrir o que ela deseja para si após eles concluírem esta batalha, pois ela acredita sem dúvidas, que eles serão vitoriosos.


“Riley balançou a cabeça, a raiva em seus olhos se transformando em pena. – O amor não exige, seu idiota. Apenas existe. Lide com isso. ”

No final desta trilogia fantástica, onde a Nora soube construir uma excelente fantasia de magia, com seres místicos maravilhosos, numa narrativa fluida em uma história intensa, mas ao mesmo tempo divertida e leve em vários momentos. As referências literárias e do universo geek se mantem fortíssima, o que só nos aproxima dos personagens e nos faz ter uma imaginação maior da história em nossa mente.

A arqueiro também está de parabéns pela capa, uma ótima diagramação e fonte para leitura no tamanho perfeito. Houveram mais uma vez erros de troca de nome, mas nada que comprometa a história, slainte.



Nota: 💚


Sobre o Livro ~ Informações Técnicas

A ilha de vidro
Trilogia Os Guardiões
Título original: Island of Glass
Páginas: 288
Ano de edição: 2018
Tradução: Maria Clara De Biase
Editora: Arqueiro

Sinopse
Nerezza, a deusa da escuridão, ainda não desistiu de obter as Estrelas da Sorte e destruir todos os mundos. As Estrelas de Fogo e de Água já foram recuperadas pelos seis guardiões, mas resta a Estrela de Gelo, e a batalha atingirá seu clímax.

Doyle McCleary, o espadachim imortal, prometeu nunca mais voltar para casa. No entanto, quando a procura pela última estrela o leva ao condado de Clare, na Irlanda, ele deve encarar o passado. Três séculos atrás, uma tragédia o obrigou a fechar o coração para o amor, sobrando em seu peito apenas morte e solidão. Sua natureza selvagem só não é mais intensa que a de Riley... e da loba que há dentro dela.

Arqueóloga e licantropa, a Dra. Riley Gwin não se rebaixa a ninguém. Fechada em sua biblioteca, em busca da misteriosa Ilha de Vidro, ela tenta negar a forte atração que sente por Doyle. Afinal, a última coisa de que precisa é uma distração.
            

À medida que o último desafio dos guardiões se aproxima, a loba e o imortal têm que unir forças pela vida de seus amigos. Com Nerezza recuperada e furiosa, os dois vão descobrir que a melhor arma para dar fim à escuridão talvez seja o amor.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário