Resenha ~ Volúpia de Veludo



As Modistas #03
Oi pessoal, vou falar sobre o terceiro livro da série As Modistas, Volúpia de veludo. Começo esta resenha confessando que eu sofro muito na espera destas continuações e esta é um quarteto, isto mesmo, tem um quarto livro, mas este terceiro encerra a história das três irmãs Noirot. Como já fazia um bom tempo que tinha lido as duas histórias anteriores, fiz questão de reler os livros antes de ler este. Gostei muito dos dois primeiros e este terceiro não me decepcionou.

A Loretta Chase possuiu uma forma de escrever seus romances de época de uma maneira bem diferenciada, o que faz com que as histórias sejam algo novo. Ela é bastante detalhista e também coloca bastante humor em seus personagens, fazendo assim da leitura algo interessante e leve. Para quem gosta de moda e história, esta série é maravilhosa para se conhecer o vestuário feminino desta época, ela também traz realidade a sua história, nas citações feitas nos inícios de cada capítulo. É lógico que se tem aquela licença poética na escrita da história, mas para mim o livro cumpriu com o seu propósito e a história ficou ótima.


Resenha dos outros livros#01 Sedução de Seda || #02 Escândalo de Cetim

As três irmãs Noirot são diferentes entre si tanto na aparência, quanto na personalidade; cada uma possui uma habilidade especial que juntas fazem da Maison Noirot o sucesso que ele é como o melhor atelier de alta costura para mulheres em Londres, mas elas vêm enfrentando ao longo desta série, várias dificuldades para conseguir isto, mas elas são mulheres determinadas e nada as impedirá de realizarem o sonho de honrar a memória da prima delas que lhes ensinou esta profissão.

Leonie Noirot é a irmã caçula, uma linda ruiva de apenas 21 anos; enquanto as irmãs possuem uma mente criativa, ela possuiu uma mente prática e organizada, sendo assim é a pessoa responsável pela administração da loja e todo o controle financeiro da mesma. Ela não se considera uma pessoa romântica e devido a alguns fatores de sua infância, não sonha em se casar, toda a sua vida está voltada para fazer da loja um grande sucesso e não deixar que nada atrapalhe isto. Mas ela terá grandes dificuldades nesta história pois devido a alguns fatos resultantes das histórias anteriores, ela ficou praticamente sozinha na responsabilidade de cuidar de tudo na loja e também do projeto social que elas têm.

“Era assim que a alta sociedade se referia às três proprietárias da Maison Noirot: as Três Irmãs, algumas vezes as Três Bruxas ou as Três Messalinas Francesas: a morena, a loira e a ruiva. ”

Simon Fairfax é o charmoso marquês de Lisburne, a muitos anos que ele estava afastado de Londres e só retornou nesta temporada devido ao sucesso que seu primo Lorde Swanton está fazendo com o lançamento de seu livro de poesias, e Lorde Lisburne se sente na obrigação de tomar conta do seu primo devido ao seu espírito “sensível” e evitar que as pessoas se aproveitem dele, bem como lhe livrar de qualquer problema. Ele está extremamente entediado com este papel de protetor, porém tudo muda ao conhecer no museu a linda Srta. Leonie Noirot, e decide então que irá seduzi-la. Só que este desafio será maior do que ele esperava, pois apesar da Leonie se sentir pela primeira vez, extremamente atraída por ele, ela não pretende se render, seu desejo é transformar a deselegante prima de Lorde Lisburne, que também é uma mulher indesejável socialmente falando por suas faltas de modos sociais no maior sucesso da temporada e assim promover a sua loja, mostrando que a roupa que uma mulher veste faz toda a diferença na sociedade e assim de quebra promover a Maison Noirot.

A Leonie, tentando provar seu ponto de vista para o Lorde Lisburne, decide fazer uma aposta com ele, o que fará com que ele se interesse mais ainda por ela. O desenrolar desta história é fantástica, pois a Leonie irá aprender sua própria lição a partir desta aposta. A história dos personagens secundários, que ocorre devido a aposta dos dois é para mim um dos pontos fortes deste livro, em minha opinião, a história de Lorde Swanton com seus poemas e a mudança da Lady Gladys, fez toda a diferença para que a própria história da Leonie e Simon acontecesse e deu o tom do enredo do livro. O final desta história também tem um fator surpreendente e que eu achei super legal.

Até agora, este terceiro livro foi o que eu mais gostei, e tenho gostado muito da série justamente por ela ser diferente do que estamos tão acostumadas com os romances de época, prova disto é o fato da autora ter feito referência a C. S. Lewis nesta história ao invés de Jane Austen. Me divertir muito e a leitura fluiu de maneira fácil. Então recomendo muito a leitura da série e assim poder curtir como eu a leitura deste livro.

Boa leitura
Nota: 



Sobre o Livro ~ Informações Técnicas

Volúpia de veludo
Autora: Loretta Chase
Título original: Vixen in Velvet 
Páginas: 320
Ano de edição: 2017
Tradução: Simone Reisner
Editora: Arqueiro

Sinopse
Simon Fairfax, o fatalmente charmoso marquês de Lisburne, acaba de retornar relutantemente a Londres para cumprir uma obrigação familiar.
Ainda assim, ele arranja tempo para seduzir Leonie Noirot, sócia da Maison Noirot. Só que, para a modista, o refinado ateliê vem sempre em primeiro lugar, e ela está mais preocupada com a missão de transformar a deselegante prima do marquês em um lindo cisne do que com assuntos românticos.
Simon, porém, está tão obcecado em conquistá-la que não é capaz de apreciar a inteligência da moça, que tem um talento incrível para inventar curvas – e lucros. Ela resolve então ensinar-lhe uma lição propondo uma aposta que vai mudar a atitude dele de uma vez por todas. Ou será que a maior mudança da temporada acabará acontecendo dentro de Leonie?
Volúpia de veludo, terceiro livro da série As Modistas, é uma história de amor envolvente, com personagens femininas fortes e determinadas que transitam com perfeição entre o romantismo e a sensualidade.

Um comentário: