Resenha ~ A voz do Arqueiro


Signos do Amor #01

Olá leitores, é com alegria que hoje escrevo sobre este livro, publicado pela editora Arqueiro em 2015, bastante comentado e resenhado, amados por muitos e, mesmo assim, eu não poderia deixar de falar dele e por isso escolhi este mês tão especial, onde o blog comemora 02 anos de existência para resenhar esta história maravilhosa. A voz do Arqueiro é o primeiro livro publicado no Brasil da série Signos do Amor, mas infelizmente após ele a editora só publicou apenas mais três livros da série.

Como a própria sinopse diz, esta é uma história baseada na mitologia de Sagitário, onde nos mostra o poder transformador do amor verdadeiro. Um romance espetacular, que tocou o meu coração de várias maneiras, escrito de forma brilhante. Em muitos momentos meu coração parava e eu pensava e agora?? O que vai acontecer? E a autora sobre me surpreender lindamente. Por isso se você ainda não leu este livro, não comece e não pare até chegar à última página.

 Bree Prescott é uma linda e jovem mulher que após uma enorme tragédia em sua vida, resolveu se mudar para a pequena cidade de Pelion, no estado do Maine e encantada com o lugar, viu que ali, talvez ela encontra-se a paz e cura de espírito que tanto necessitava e por isso resolveu ficar. Ela consegue aligar um encantador chalé e também arrumar um emprego como garçonete logo de início.

Archer Hale é um jovem que sofreu várias perdas quando criança e foi criado pelo único parente que lhe restou, o seu tio, um homem que voltou da guerra com alguns transtornos e devido aos próprios problemas que o Acher vivia, ele acabou por crescer afastados de todos da cidade e permanecendo assim isolado até que seu tio veio a falecer estando ele em idade já adulta. Porém como ele não tinha contato com ninguém da cidade, acabou que ninguém da cidade buscava ter contato com ele, até que literalmente um esbarrão, a sua vida cruza com a de Bree.

A intriga levou Bree a se aproximar daquele jovem tão lindo para descobrir o porquê dele viver isolado, bem como a vontade de romper o seu silêncio. Quanto mais eles se conheciam, mais próximos se sentiam um do outro e cada vez mais suas vidas ia se transformando.

“Pensei em como eu e Bree éramos diferentes... e ainda assim tão parecidos. Ela carregava a culpa de não ter lutado quando pensava que deveria e eu carregava a cicatriz do que acontecera quando eu lutara. Tínhamos reagido de formas diferente em um momento de terror e ambos ainda sofríamos com isso. Talvez não houvesse certo ou errado, branco ou preto, apenas muitos matizes de cinza no que se referia à dor e às responsabilidades que cada um de nós atribuía a si mesmo.”

A autora soube de forma brilhante, traçar um enredo que nos prende do início ao fim, nos levando a vários momentos de expectativas e tensão. Ela também soube fazer o fechamento da história para mim de maneira incrível. Este livro virou um dos favoritos de meu coração. Você tem todo o direito de não acha-lo espetacular como eu, por isso recomendo não lê-lo cheio de expectativas para a história poder lhe surpreender e encantar. Só lhe peço que caso você não goste, guarde seu pensamento para você, e não me conte, manteremos assim a amizade... brincadeirinha, mas falando sério, é impossível não curtir este livro se você realmente for uma pessoa que gosta de romances.

“Amar outra pessoa sempre significa se abrir para a dor. Também não quero perder mais do que já perdi, mas será que não vale a pena dar uma chance ao amor?”

O amor verdadeiro sempre vale a pena e esta história nos mostra isto. São tantas lições que tirei deste livro que só não falo mais porque o spoiler tira a emoção da leitura, mas é um dos livros que já perdi a conta de quantas vezes eu já li.
Boa leitura,
Nota: 💚



Sobre o Livro ~ Informações Técnicas

A voz do Arqueiro
Signos do Amor # 1
Autora: Mia Sheridan
Título original: Archer's Voice
Páginas: 336
Ano de edição: 2015
Tradução: Ana Rodrigues
Editora: Arqueiro

Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.
Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.
Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.
Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário