Resenha ~ As Calhouns: Catherine & Amanda


As irmãs Calhouns #01
Resenha dos próximos livros: Lilah #02 || Suzanna #03

Oi pessoal, vamos nos apaixonar por mais uma série linda da Nora que trás uma família como tema!!! Hoje vou escrever sobre o primeiro volume da série As Calhoun, composta por 5 histórias em 4 livros, que aqui no Brasil receberam como título o nome das personagens em foco na história. Sendo assim, este primeiro livro contém a história da Catherine e Amanda.

As Calhoun é uma série sobre a vida de quatro irmãs que ficaram órfãs bem jovens e foram criadas por uma tia viúva, que pode-se perfeitamente ser comparada as mães casamenteiras da época de nossa querida Jane Austen, porém com uma personalidade nada submissa, bem matreira, inteligente, meio louca com o seu lado esotérico, ou seja, aquele personagem que a gente ama logo de cara. Esta série contém um mistério a ser resolvido, sem falar do passado da família a ser descoberto, por isso precisa ser lido na ordem, tanto para entender a história, como para não ter spoilers.

Nesta Série a Nora usa na narrativa um recurso usado em outros de seus livros, aqueles trechos do passado no início de alguns capítulos que explica a história que está sendo vivida e descoberta no presente. A sensação que passa é de estarmos lendo um diário. Um exemplo do que estou falando é a trilogia dos sonhos e a trilogia das flores.

Temos neste livro duas histórias, creio que nos Estados Unido foram publicadas separadamente, porém, por serem pequenas, não vi problema na junção aqui no Brasil.

Trenton St. James III é um homem que assumiu no lugar do seu a liderança de suas redes hoteleiras, e a convite de Cordelia Calhoun foi até a ilha de Bar Harbor conhecer As Torres, uma mansão mais parecida com um castelo, construído a mais de 100 anos, para uma possível aquisição e assim transformar em um novo hotel St. James, ele só não contava que seu carro fosse quebrar antes de chegar à cidade e para sua surpresa que o mecânico fosse uma mulher maravilhosa, e para seu espanto maior, uma das Calhouns.

Catherine Colleen Calhoun, mais conhecida como C.C., é a caçula da família e dona da oficina da cidade, desde nova apaixonada por mecânica e nunca permitiu que o fato de ser mulher lhe atrapalhasse a conquistar seus sonhos. Criada assim como suas irmãs desde muito nova por sua tia Coco tem uma enorme ligação com suas irmãs e tia e hoje sofre com a possibilidade de vir a perder sua casa, o refúgio delas, por não terem condições de mantê-la, e a chegada do Trent e os sentimentos que ele lhe despertou só torna tudo muito mais difícil.

“- O Senhor é muito meticuloso, sr. St. James, e analisa racionalmente cada detalhe, o que funciona muito bem nos negócios. Mas as questões pessoais nem sempre podem ser resolvidas logicamente.”

Você já pode imaginar mais ou menos o que vai acontecer né... o ponto chave da história mesmo é o mistério que tem início e que irá trazer muitas emoções ao longo dos outros livros.

Assim vem a segunda história, onde a meticulosa Amanda Calhoun, trabalha como assistente da gerência do melhor hotel da ilha e suporta o seu chefe até que o exclusivo novo hotel As Torres seja inaugurado, onde ela passará a ser a gerente. Neste segundo livro surgirão dois novos personagens, mas o principal neste primeiro momento é Sloan O’Riley, o arquiteto amigo de Trent que ele contratou para vir trabalhar no projeto de restauração das Torres na parte onde irá funcionar o hotel.

O choque entre os dois é imediato e Sloan decide logo de início que não poderá permitir que a Amanda fuja dele, afinal, ele nunca imaginou que pudesse sentir algo tão forte e rápido como o que sentiu por ela. Ele só não contava com outras coisas que o destino colocaria no seu caminho e quanto trabalho teria para conquista-la.

“- Você é sempre tão nervosinha? – Não. – Amanda inclinou a cabeça. E era verdade, ela não era sempre daquele jeito. (...) – Obviamente, você não inspira o que há de melhor em mim. – Eu me contentarei com o que tenho. – Ele deu o braço a ela. – Vamos seguir em frente.”

São duas histórias curtas com o desenrolar bem rápido, romances bem leves com seus altos e baixos. Confesso que apesar de me divertir muito com a leitura deste livro, ele é basicamente o ponto de partida e não dou muito fã da C.C e da Mandy, apesar de que elas têm muitos pontos positivos e alguns trechos nas histórias são memoráveis, ri demais. 

Uma historia de romance e mistério que é muito bem elaborado, vai tendo um crescimento progressivo e te deixando cada vez mais curioso. Os outros personagens são ótimos e como sempre, existe aquele personagem secundário que tem um papel de destaque na trama e neste caso é a tia Coco e é uma das minhas personagens favorita.

Sou apaixonada por esta série e afirmo que as histórias seguintes são cada vez melhores, vale a pena a leitura; tenho certeza que você irá curtir e se emocionar também.
Boa leitura,

Nota: 

Sobre o Livro ~ Informações Técnicas

Catherine e Amanda
As Irmãs Calhouns #01
Título original: 
Páginas: 350
Ano de edição: 2010
Tradução: Ana Rodrigues
Editora: Harlequin Books Brasil

Sinopse
Ao herdarem a mansão construída no começo do século XIX por Fergus Calhoun, as irmãs Catherine, Amanda, Lilah e a prima Suzana também receberam como legado as lendas sobre Bianca, sua avó. Esposa de Fergus, ela viveu uma intensa paixão proibida, e sua morte, trágica e prematura, deu origem ao mistério das esmeraldas perdidas em mais uma saga fascinante. Catherine e Amanda, o livro 1 desta coleção. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário