Resenha ~ Uma noite para se entregar



Continuando com nossas resenhas de livros fora do mundo Nora, hoje vou escrever sobre a autora Tessa Dare e o primeiro livro da série Spindle Cove, Uma noite para se entregar. Ela é uma autora de romances de época e dela temos duas séries publicadas no Brasil pela editora Gutenberg. Eu amei as duas séries e suas histórias, principalmente pelo conteúdo e enredos diferentes, ela possuiu um humor em suas escritas muito bacana e uma alta dose de sensualidade nos romances que é fantástico. Outra coisa que curtir muito nestas duas séries também é nelas as mocinhas “salvam” a si mesmas. As mulheres em suas histórias são inteligentes, espertas, guerreiras e muito adjetivos a mais...

“Tranquilidade é a alma de nossa comunidade”.

Spindle Cove é uma pequena vila no litoral da Inglaterra no lado que faz divisa com a França, que se tornou um recanto para mulheres que precisam de curas médicas, se afastarem da sociedade por causa de algum escândalo e coisas deste gênero. Com este acolhimento a vila toda se voltou para o recebimento destas mulheres ficando conhecida como o refúgio das solteironas. Vizinho a esta vila fica Summerfield, residência de Sir Lewis Finch, um homem excêntrico, porém criador dos armamentos ingleses e por isso muito famoso e respeitado. Valendo-se deste prestigio é que sua filha Susanna Finch criou todo o conceito de segurança e saúde que a vila proporciona as suas visitantes. Ela é a líder de toda a vila e responsável por toda a programação das jovens que vão para lá e ficam hospedadas na única pousada da região. Ela também é a curandeira/médica do lugar.

Só que não por muito tempo, a coisas vão mudar drasticamente com o Tenente-coronel Victor Bramweel chega a Sindle Cove a procura de Sir Lewis, ele sofreu um grave acidente na perna e deseja mais que tudo voltar para a guerra, mas não aceita que isso ainda não é possível. Ele conta com o apoio do amigo de seu pai para conseguir seu retorno. Porém por motivos próprios o Sir Lewis lhe comunica que lhe foi dado o título de Conde Rycliff e a propriedade do castelo que fica próximo a vila e que com isso ele tem a missão de formar com os homens da vila uma milícia. Porém a diversão começa justamente com o fato de praticamente não haver homens nos arredores.

“Tenente-coronel Victor Bramwell. Garanto-lhe que possuo saúde perfeita, mente sã e um primo que não vale nada. Eu não compreendo, disse ela. Aquelas explosões... Apenas cargas de pólvora. Nós as enterramos na estrada para afugentar as ovelhas... Você preparou cargas de pólvora para afugentar um rebanho de ovelhas... Soltando-se dele, ela estudou as crateras na estrada. Senhor, continuo não convencida quanto à sua sanidade. Mas não há dúvida de que seja homem”.

A história então vai aos pouco, apresentando personagens maravilhosos e o embate entre Bram e Susanna são fantásticos; as faíscas pulam entre os dois, principalmente depois que ele vai descobrindo os segredos dela e do lugar. Temos um romance com muito sentimento em todos os sentidos, mas que só te faz querer continuar lendo e chegar ao final. Este primeiro livro também é o pontapé inicial de todos os que seguem, por isso é obrigatório à leitura em sequência da série.

“Não entendo porque chamam este lugar de Enseada das Solteironas. Deveria ser Barra das Amazonas. Ou Baía das Valquírias”.

Recomendo muito a leitura desta série, principalmente porque ao contrário de muitas continuações, a cada novo livro desta, a autora conseguiu fazer uma história mais maravilhosa que a anterior e me deixou cada vez mais apaixonada por sua maneira de escrever e sua imaginação fantástica. 
Boa leitura,
Nota: 


Sobre o Livro ~ Informações Técnicas

Uma noite para se entregar
Spindle Cove # 1
Título original: A Night to Surrender
Páginas: 288
Ano de edição: 2015
Tradução: A C Reis
Editora: Gutenberg

Sinopse
Spindle Cove é o destino de certos tipos de jovens-mulheres: bem-nascidas, delicadas, tímidas, que não se adaptaram ao casamento ou que se desencantaram com ele, ou então as que se encantaram demais com o homem errado. 
Susanna Finch, a linda e extremamente inteligente filha única do Conselheiro Real, Sir Lewis Finch, é a anfitriã da vila. Ela lidera as jovens que lá vivem, defendendo-as com unhas e dentes, pois tem o compromisso de transformá-las em grandes mulheres descobrindo e desenvolvendo seus talentos.
O lugar é bastante pacato, até o dia em que chega o tenente-coronel do Exército Britânico, Victor Bramwell. O forte homem viu sua vida despedaçar-se quando uma bala de chumbo atravessou seu joelho enquanto defendia a Inglaterra na guerra contra Napoleão. Como sabe que Sir Lewis Finch é o único que pode devolver seu comando, vai pedir sua ajuda. Porém, em vez disso, ganha um título não solicitado de lorde, um castelo que não queria, e a missão de reunir doze homens da região, equipá-los, armá-los e treiná-los para estabelecer uma milícia respeitável.
Susanna não quer aquele homem invadindo sua tranquila vida, mas Bramwell não está disposto a desistir de conseguir o que deseja. Então os dois se preparam para se enfrentar e iniciar uma intensa batalha! O que ambos não imaginam é que a mesma força que os repele pode se transformar em uma atração incontrolável.

4 comentários:

  1. Carolina, parabéns pela exelexcel resenha, contou sobre o livro de forma a deixar qualquer leitor curioso! Parece ser um livro super divertido!

    Abraços ��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Jéssica, eu fiquei fã desta autora por sua criatividade. A série toda é muito boa. Bjs

      Excluir
  2. Adorei Carol!!! 👏👏👏

    ResponderExcluir