Resenha ~ Resgatado pelo Amor


Baía de Chesapeake #04

Publicada alguns anos depois da trilogia original, resgatado pelo Amor é uma obra independente, que traz de volta a emoção da melhor e mais envolvente saga da autora. A história de Seth, o mais jovem dos irmãos Quinn, no inesquecível desfecho da Trilogia da Gratidão, foi escrito pela Nora, após muito pedidos de seus fãs por todo o mundo.

Temos então um livro que é um epílogo para toda a trilogia e também um momento para o Seth ter o seu desfecho final. Eu particularmente gosto muito deste livro. Após seis longos anos morando fora dos Estados Unidos, mesmo que tenha se encontrado com a família e se comunicando com ela, Seth finalmente retorna para casa, a pequena cidade de Saint Christopher, na costa leste de Maryland.

“Não importa onde ele tivesse vivido nos miseráveis primeiros dez anos de sua vida, nem nos anos mais recentes, que o levavam rumo à sua terceira década de vida, apenas aquela costa representava realmente seu lar.”

Seth Quinn, agora é um jovem pintor mundialmente famoso, consagrado principalmente na Europa, bem resolvido consigo mesmo, mas ainda carrega em seu íntimo ainda algemas que o prende ao seu passado. Em sua decisão de finalmente retornar para casa, para perto de sua família, ele percebeu que não se pode fugir dos problemas. Lhe fez muito bem morar fora, mas é melhor ainda a sensação de retorno ao lugar do seu coração. Porém ele vai perceber que não foi o único que mudou, a vida seguiu o seu curso enquanto estava longe. De cara uma das mudanças na cidade que mais lhe vai agradar é uma floricultura chamada Botão & Flor, que lhe encanta desde a originalidade do nome como o toda a arrumação da vitrine da loja. E que surpresa ele terá ao conhecer a dona da loja.
“A obra de arte deve parecer como uma flor ao pintor: perfeita tanto ainda em botão quanto depois de aberta.”

Drusilla Whicomb Banks, é uma jovem discreta, muito rica, que abandonou a sociedade de Washington após sofrer um enorme baque na sua vida, se mudou para Saint Chris em busca de um novo rumo para si, e se realizou pessoalmente ao colocar em prática seu sonho de independência, abrindo uma loja de flores, algo que ela sempre amou, e indo morar sozinha em uma linda casa recuada, à beira da baía de Chesapeake. 

Quando Seth entra em sua loja e se apresenta, ela se surpreende ao conhece-lo pessoalmente, principalmente por sua maneira desleixada de vestir e fica com um pé atrás diante de seu charme e ao fato dele estar comprando flores para quatro mulheres. Neste momento eu acho a Dru um pouco cínica demais, pois ele esclarece para quem são as flores e ela mesmo assim fica desconfiada, mas depois a gente descobre que ela até que tem motivos para ter um é atrás com os homens, afinal, como diz o ditado, gato escaldado tem medo de água. Já o Seth decide naquele momento que precisa pintá-la e se encanta com a linda florista de imediato.
“Philip certamente aprovaria o corte clássico e o ar discreto do tailleur cor de pêssego que ela usava. Ethan, provavelmente, ia logo procurar um jeito de dar a ela uma mãozinha, avaliando a quantidade de trabalho que deveria dar uma loja como aquela. E Cam... bem, Cam ia lançar-lhe um olhar longo e sugestivo para em seguida sorrir. Seth imaginou que tinha um pouco do jeito de cada um deles dentro de si.”

Os dois terão muitas coisas a resolver individualmente, antes que um relacionamento entre eles realmente dê certo. O Seth também terá que finalmente enfrentar o seu passado e contará com a ajuda de uma pessoa muito especial. Neste processo era irá magoar sua família, coisa que ele nunca quis, mas descobrirá enfim o que o amor verdadeiramente significa. Eu achei muito bacana nesta história também o sentimento entre os três para com o Seth e vice-versa, a forma como estes quatro livros nos mostra que uma família pode ser formada muito além de laços sanguíneos.
“Nossa, pensou Cam. Não importa o quanto uma criança crescesse, ela seria sempre a sua criança.”

Em alguns momentos desta história você poderá até passar raiva com algumas atitudes do Seth e outras da Dru, mas no geral eu realmente gostei do livro e achei que deu um final maravilhoso para esta família. Quero destacar também que nas histórias da Nora publicados pela Bertrand, creio que esta é a primeira que tem ligação com outra já publicada. 

~.Conexão Literária

Neste livro é citado o nome da Darcy Gallagher, personagem do terceiro livro da Trilogia do Coração, faz-se menção também aos seus irmãos e a cidade onde eles moram na Irlanda. Achei isso super legal, pois já estou acostumada com estas conexões nos romances publicados pela Harlequin. Dou Nota 4,5 para este livro e recomendo tranquilamente a leitura dele encerrando assim a Trilogia da Gratidão.
Boa leitura,

Nota:

Resenha dos outros livros:  Arrebatado pelo mar #01 | Protegido pelo porto #03


Sobre o Livro ~ Informações Técnicas

Resgatado pelo Amor
Quarto livro da Trilogia da Gratidão #4
Título original: Chesapeake blue
Páginas: 364
Ano de edição:2007
Tradução: Renato Motta
Editora: Bertrand Brasil

Sinopse
Neste romance que dá continuidade à Trilogia da Gratidão, Seth Quinn, agora um homem-feito, terá de se defrontar com seu passado antes de se entregar à mulher que tanto ama. Resgatado pelo Amor, de Nora Roberts, foi escrito a pedido de sua legião de fãs, encantada com a história da família Quinn, trajetória carregada de emoções fundas e narrada em três volumes já lançados: Arrebatado pelo Mar, movido pela Maré e Protegido pelo Porto. 

14 comentários:

  1. Oi Carol.
    Esse livro parece ser bem intenso. Gostei da premissa dele e fiquei curiosa com os medos de Drusilla.
    Beijos.

    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, a trilogia da gratidão é maravilhosa e este livro fez o fechamento dela de maneira linda. bjs

      Excluir
  2. Olá, tudo bom?
    Muito legal o fato de citarem personagens de outra obra. Acho isso super legal quando a gente já conhece.
    Eu gostei bastante da obra, ela parece dar uma grande lição do que é família. Sua resenha está muito bem escrita também.

    Beijos, Ally.
    Amor Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ally,
      A Nora retrata vários tipos de família de maneira maravilhosa, vale a pena ler toda a trilogia e este último livro de fechamento.
      Bjs

      Excluir
  3. Oi Carol, preciso dizer que esse blog me faz querer ler SÓ nora viu! hahaha uma história melhor que a outra.
    Achei essa fofa demais, quero ver no que esse romance vai dar e conhecer os dois protagonistas melhor.
    Tb adoro quando tem links entre histórias!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, é por isso que amo a Nora, ela nos vicia... kkkkk
      Fico feliz que o nosso blog está conseguindo transmitir o amor que sentimos pelos livros desta autora fantástica... Não deixe de me contar depois o que achou da sua leitura da Nora. Bjs

      Excluir
  4. Toda vez que venho aqui só acrescento mais livros da Nora a minha lista, e agora acabei de acrescentar! kkkkkk, porque pelo que percebi tenho que conhecer o os três primeiros personagens, para depois ir para a história do Seth!
    Amei sua resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ohhh, obrigada.
      Isso mesmo, vc precisa ler a trilogia da gratidão antes pois esta história é apenas um complemento muito solicitado pelos fãs a autora.
      Bjs

      Excluir
  5. A que resenha linda! Gosto muito quando os autores conseguem estabelecer conexões entre os personagens já citados, permitindo assim os leitores matarem um pouco da saudade deles. Achei a premissa super maravilhosa, e como sempre fiquei bem curiosa!!
    Beeijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, a Nora faz várias destas ligações nas história publicadas pela editora Harlequin. Sou apaixonada. Como sempre ela arrasa. rsrsrsr
      Bjs

      Excluir
  6. Antes de qualquer coisa preciso dizer que acho aue hoje foi a primeira vez que vi o nome Drusilla. Se vi antes não lembro, rs. Leria o livro só por causa do nome da mocinha, rs. Mas fiquei curiosa não só por causa do nome dela, e sim com praticamente tudo. Saber das relações entre os livros da Nora que você mencionou dá vontade de ler todos para notar essa relação também.
    Parabéns pela resenha!
    Está ótima como sempre :).
    Bjo
    ~ Danii

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Dani, sabe, eu encontrei este nome na Bíblia citado uma única vez, fiquei encantada quando li.. rsrsrsrsrs
      Valeu pelo carinho viu. Leia toda a trilogia e este quarto livro que sei que você vai amar. Bjs

      Excluir
  7. OIie
    Adorei a premissa do livro e que bacana saber que ele é pintor, eu adoro pinturas. Legal que mencione o personagem de outro volume da série nesse livro. Deve ser bem interessante, já adicionei a listinha de desejados. Amei a resenha.
    Bjos, Bya! 💋

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Bya, tenho certeza que vc vai amar a história, mas vale a pena ler a trilogia da gratidão antes. Bjs

      Excluir