Feitiço da Sombra ♣ Resenha

Primos O'Dwyer #2


Preciso começar esta resenha dizendo que concordo plenamente com a declaração da Arqueiro na sinopse que este segundo livro da trilogia Primos O’Dwyer, Feitiço da Sombra é uma emocionante história sobre os maiores poderes mágicos que existem: o amor, a amizade e a família.


Nesta história temos como foco o personagem Connor O’Dowyer e no passado o seu ancestral, o Bruxo da Noite Eamon, além dos seu guia, o falcão, mas isto não significa que os outros personagens ficam de lado, pelo contrário. Ele trabalha para o Finn, como criador de falcões e também guia turístico para caminhadas de observação a estas aves aos quais eles criam e treinam. Ele é a típica pessoa carismática com o qual todos se dão bem e gostam. Ele deseja um amor verdadeiro para o seu coração, mas até o momento não tinha encontrado.

“– Sou Connor, dos O’Dwyer. Sou um dos três. Sou um bruxo da noite de Mayo. – Connor olhou bem dentro dos olhos pretos e viu a intenção. – Eu tenho fogo. – Ele estendeu a mão direita, segurando uma bola de fogo que girava. – E ar. – Ergueu um dedo, o girou e criou um pequeno ciclone. – Terra – disse enquanto o chão tremia. – Água. – Chuva desabou, quente o suficiente para produzir um chiado no chão. – E falcão. – Com um grito agudo, Roibeard mergulhou e pousou suave como uma pluma no ombro de Connor.”

O que fazer quando uma atitude inesperada muda todo o seu mundo, pois mudou os sentimentos do seu coração? O Connor terá resolver este problema, quando de repente a Meara altera o relacionamento dos dois ao lhe dar um beijo.

Meara é amiga de infância da Branna e do Connor, ela trabalha próximo ao Connor, pois é funcionária do Fin e do Boyle fazendo passeios turísticos como guia de cavalgadas. Ela também sempre soube que seus amigos são bruxos e fará qualquer coisa para ajudá-los. As reviravoltas da história levam a ela tomar uma atitude e mudar o seu relacionamento com o Connor, esta mudança acaba por trazer novos perigos para todos eles, como qual é necessário à união de todos para desvendar este novo risco e como detê-lo. Ela como todo personagem da Nora tem seus complexos pessoais que faz com que a história se desenvolva, e o seu principal medo é amar.

Juntos, Connor e Meara terão muitas coisas a aprender, principalmente sobre os sentimentos de um pelo outro e como a união e o amor sempre faz a diferença em tudo.

“O amor não é um prêmio concedido por mérito ou algo a ser tomado de volta quando um erro é cometido. É um presente, tanto para quem dá quanto para quem recebe. No dia em que você o aceitar e segurar, perderá o medo.”

Eu amei esta segunda história como continuação da trilogia. Para mim o Connor é maravilhoso e fiquei um pouco chateada com algumas atitudes da Meara, mas afinal, isto é que torna os personagens da Nora tão legais... nossa empatia ou não por eles. É sempre tão fácil não gostar do comportamento de alguém e principalmente dos personagens dos nossos livros quando, na realidade não sabemos ou não podemos imaginar qual seria a nossa atitude na mesma situação. Enquanto uns amam, outros podem detestar.

Mais uma vez a amarração dos fatos do livro anterior como à deixa para o livro seguinte que a Nora faz são perfeitos e em minha opinião a leitura valeu a pena e recomendo pra quem gosta de romance, com aquele drama envolvido na história, afinal, namorar um bruxo não pode ser simples né?
Boa leitura,

Conteúdos Especiais

Leia um trecho do Livro:  Online formato pdf
Marcadores de Página : Imagem 01  Imagem 02
Resenha dos próximos livros #01 Bruxa da Noite || #03 Magia do Sangue

Sobre o Livro ~ Informações Técnicas

Sobre a publicação, mais uma vez senti falta daquelas informações de rodapé, como a tradução das palavras ditas e escritas em irlandês. De resto a publicação está excelente.

Feitiço da Sombra
Primos O'Dwyer #02
Titulo Original: Shadow Spell
Ano: 2015
Páginas: 288
Tradução: Maria Clara de Biase
ISBN-13: 9788580414189
ISBN-10: 8580414180
Editora: Arqueiro
Nota:

Com as lendas e tradições da Irlanda correndo em seu sangue, Connor O’Dwyer se orgulha de chamar o Condado de Mayo de seu lar. É lá que Branna, sua irmã, mora e trabalha e onde Iona, sua prima, encontrou o verdadeiro amor. Foi nessa terra que seus parentes e amigos formaram um círculo de proteção que nunca poderá ser rompido...
Até que um beijo põe em risco a segurança de todos.
Depois de um breve encontro com a morte, Connor e a melhor amiga de sua irmã se entregam um ao outro. Muitas mulheres passaram pela cama de Connor, mas nenhuma havia descoberto o caminho para seu coração. Meara tem olhos escuros, pele morena – herança do lado cigano de sua família – e corpo de deusa.
Os rumos dela e os de Connor se cruzam diariamente. Ele leva turistas em caminhadas para observar falcões. Ela os guia em cavalgadas pelo campo. Eles se dão bem desde a infância e, depois do tórrido encontro, o rapaz tem esperança de que esse relacionamento evolua.
Para frustração dele, no entanto, Meara se contenta apenas com o prazer do momento, temendo se perder – e perder a amizade dele.
Essa mudança em sua relação pode abalar o círculo e permitir que uma perigosa ameaça ressurja aos poucos, como uma névoa. Para detê-la, Connor precisará novamente da família e dos amigos para despertar a força e a fúria que correm em seu sangue. Quem sabe pela última vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário