Resenha ~ A honra das Terras Altas

Os Murrays #02


Oi pessoal, hoje vou falar do segundo livro da série Os Murrays, foi uma releitura muito boa e estou amando as capas dos livros. Vale lembrar alguns detalhes muito importantes na leitura desta série. A primeira é que é uma história no período medieval, então foge bastante das histórias de época que são principalmente no período vitoriano. Outra diferença importantíssima é que ao invés de bailes e encontros para chá, nós temos neste período retratado guerras entre os países europeus e conflitos entre os clãs em se tratando da Escócia, como é o caso deste livro, mas poderia ser conflitos entre barões ingleses.

A Hannah possuiu algumas particularidades em suas histórias que eu gosto bastante. A primeira é que as suas mulheres são de alguma forma podemos guerreiras, elas fazem valer o seu valor e não se permitem ser capacho dos homens, o que faz com que os mocinhos as valorizem. Ela busca sempre por uma dose de humor, pelo período escrito o linguajar dos personagens é bem rustico, ela sempre põe algo “místico” em seus personagens, como um dom para curar ou um sexto sentido elevado e o que eu mais amo, seus personagens principais prezem pela higiene.

“A situação estava completamente fora de controle, concluiu enquanto avançava por entre as árvores. Quando um homem acorda esparramado na lama, sem saber ao certo onde está nem como chegou lá, ele precisa reavaliar seriamente a própria condição.”
Resenha da história Anterior: O Destino das Terras Altas #01

Resenha ~ Pousada de inverno

Pousada de inverno #02


Resenha das outras históriasVerão no lago #01  || O Cais #03


Olá pessoa, tudo bem? Esse livro é o segundo de uma série Diários do Lago - uma saga sobre os Bellamy, uma família cujo passado precisa ser superado para que juntos possam encontrar a felicidade . Podem ser lidos de forma independente mas confesso que não gostei da experiência (fiquei curiosa sobre os outros personagens citados) por isso, estou agora fazendo uma leitura em ordem. Agora, vamos a história!

"E, mesmo naquele instante, quando olhou para ele, Jenny sentiu uma onda de puro desejo,misturado com profunda vergonha. E percebeu então que não iria queimar no inferno. Ela já estava nele."

Cerimônia Mortal • Livro #05


Olá! Vamos ao 5º livro da série, mesmo podendo ser lida de forma não ordenada, eu creio que a leitura em sequência mostra o crescimento da série, e como cada livro acaba por acrescentar ao anterior e também ao próximo. Mas não se preocupe. Não haverá spoilers aqui então pode ler sem medo! 

Nesse livro a trama nós leva ao oposto de Eve e da época. A fé que não precisa de comprovação científica e que sobrevive através do tempo a despeito dos que não acreditam ou não querem acreditar. Um policial está morto e alguma coisa está errada com essa morte, mais policiais podem estar envolvidos e Eve precisa se voltar para o desconhecido para obter respostas mesmo aquelas que ela teme encontrar. A fé de Dallas para equilibrar a ordem entre o bem e o mal era a justiça. Essa é a sua religião e a sua filosofia de vida. 

"Assassinatos eram praticados por mãos humanas. E eram também as mãos humanas as responsáveis por trazer justiça. Era esse, afinal, o equilíbrio definitivo entre o Bem e o Mal."